Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A ÚLTIMA FRAGATA ~ BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

A ÚLTIMA FRAGATA ~ BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Mulheres mal resolvidas

MULHERES MAL RESOLVIDAS

Um dos truques de antigamente era uma menina casadoira dos arredores de um quartel meter-se debaixo de um militar para depois o levar a casar com ela.

Frequentemente doutrinadas pelas mães. Eu conheci casos.

O  comandante de uma dessas unidades achava o jogo viciado.

Estendeu a mão aberta em cima da secretária, entregou um lápis à queixosa, disse-lhe para ela lho espetar entre os dedos. Assim foi. Só que cada vez que a mulherzinha tentava acertar com o lápis entre os dedos do comandante, este fugia com a mão. A mãe queixosa lamentou-se:

- Se o senhor comandante foge com a mão, assim não sou capaz.

- Era o que a sua filha devia ter feito - respondeu o comandante.

Agora é moda. Queixosas aos magotes, de há  dezenas de anos, coitadinhas, à procura sabe-se lá de quê, que nem elas  já se lembram de como isso era.

É A MARCA DA VIDA,  NADA A FAZER... QUEM NÃO A VIVEU, VIVÊSSE

Aniceto Carvalho

Crazy

COITADINHOS DOS PEQUENINOS

Então é assim: Qualquer pindérico que anda por aí a pensar que é artista não publica nada na Net por causa da pirataria, etc. e tal... estes colossos de ní­vel mundial têm coisas destas e muito mais à disposição de quem queira ver, ouvir e tenha bom gosto.

Aniceto Carvalho

Startups e Workshops

STARTUPS E WORKSHOPS

Tive um camarada  com o qual lidei mais ou menos próximo mas não profissionalmente durante cerca de dez anos. Enquanto convivi com ele nunca foi capaz de saber fazer nada. No entanto, a qualquer avião a chegar a Lisboa, no qual uma estrela de cinema,  etc. reclamasse a presença da imprensa, a primeira fotografia no jornal era dele. Há gente assim.

No entretanto: Uma STARTUP, acho eu, deve ser uma coisa qualquer para pôr uma outra em pé. Talvez  uma alavanca, o Viagra, por exemplo, sei lá. Um WORKSHOP é que não sei o que é.

Seja como fôr, qualquer destas novas importações da língua de sua Majestade Britânica deve valer mais ou menos a mesma coisa que uma palestra do Barack Obama sobre o Aquecimento Global, um discurso do Emplastro sobre a prática do futebol na Torre dos Clérigos, uma conferência do Adelino do Forcado sobre a cultura dos míscaros na Cova do Cume.  N A D A.

Estas STARTUPS, WORKSHOPS, afins e similares, termos elegantes muito em voga pelas gentes das televisões, fazem-me sempre recordar o arraial de mofa que as velhotas da minha terra faziam dos conterrâneos em Lisboa que de vez em quando apareciam por lá de visita.

Aniceto Carvalho