Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

O MAGRIÇO

(F)Magriço.png

O MAGRIÇO

Álvaro Gonçalves Coutinho

Embora com alguma aparência de lendá, a história de "O Magriço"  tem muito mais de verdade do que muita gente pensa.

Disse o Professor José Hermano Saraiva: "O D. Quixote só existiu na cabeça do Cervantes... nós, que tivémos dezenas de "Magriços" de primeira grandeza ninguém liga imporância nenhuma".

Só pela parte dedicada ao "Magriço" vale a pena dispensar uns bons minutos a dar uma vista de olhos em "Os Lusíadas". 

Canto I - 12/106
Por estes vos darei um Nuno fero,
Que fez ao Rei o ao Reino tal serviço,
Um Egas, e um D. Fuas, que de Homero
A cítara para eles só cobiço.
Pois pelos doze Pares dar-vos quero
Os doze de Inglaterra, e o seu Magriço;
Dou-vos também aquele ilustre Gama,
Que para si de Eneias toma a fama.

É claro que é preciso saber interpretar "Os Lusíadas"... que é também por isso que a obra é tão interessante. 

Aniceto Carvalho

BAIRRO ALTO

BAIRRO ALTO

Disseram numa televisão cá do sítio, há vários anos. Eu ouvi. Que, logo a seguir ao 25 de Abril "um certo artista" da praça lisboeta tinha mandado acrescentar à matricula do seu carro, um topo de gama adquirido tempos antes, três letrinhas apenas: PCP. 

Não sei quem era o "artista"... mas que o fado Bairro Alto aqui reproduzido pertence a um dos dois LP de maior sucesso e mais vendidos em Portugal em todo o sempre no princípio dos anos 70, disso não tenho dúvidas nenhumas. Eu tinha os dois. 

(4)81anos1 (42).jpg

Aniceto Carvalho