Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

GENTE RELES SEM VERGONHA

GENTE RELES SEM VERGONHA... É Quando um polidor de esquinas sem um pingo de verticalidade se vem vangloriar para a televisão portuguesa de ter participado numa vergonha destas.  De entre vários, um tal João Braga. 

https://en.wikipedia.org/wiki/Cascais_Jazz_Festival

UM TAL ORNETTE COLEMAN
Estamos em 1971. Milhares de portugueses, militares e civis, sacrificam as suas vidas pelo pais na Guerra do Ultramar, outros milhares de homens e mulheres choram os filhos, os maridos e os namorados ausentes.
Estamos em 1971 e, enquanto isto, num pavilhão de Cascais a abarrotar de betinhos imprestáveis futuros polidores de esquinas enquadrados e orquestrados por comunas disfarçados de gente bem, aplaudem delirantes um bandalho americano que está em Portugal a sugar o nosso sangue, e que instigado sabe-se lá por quem, obviamente outro pulha como ele, dedica a sua canção "Song for Che", esta já de si um monte de esterco, aos movimentos de libertação de Angola e Moçambique que combatem contra Portugal.
No tal Portugal da “ditadura” nem sequer foram molestados… mas num país onde a diferença de opinião era condenada com a morte lenta na Sibéria, qual seria a reacção de um Estaline a uma coisa destas?

(4)onça4 (26).jpg

Aniceto Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.