Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

COM UM ADN DIFERENTE

COM UM ADN DIFERENTE
Eu acredito: Nós temos um ADN diferente.
Diz quem sabe que nós somos os mesmos que há dez mil anos habitávamos os Concheiros de Muje e o Ocidente da Península Ibérica, que seguíamos o Viriato para lá do Gualdaquibir e o Anibal a atravessar os Alpes, que fizemos o país mais antigo do mundo, que à descoberta desse mesmo mundo "passámos ainda além da Trapobana"… que sustentámos uma guerra durante catorze anos em África a dez mil quilómetros da mãe pátria.
Eu acredito: Nós temos um ADN diferente.
Nós, os portugueses, temos a maior riqueza que um país pode desejar ter: Os melhores trabalhadores, reconhecidamente dos mais hábeis e criativos do mundo.
Proteger as nossas riquezasas começa por aqui: Pague-se ao trabalhador com justiça, incentive-se o seu merecimento. Estabeleça-se uma momeação e um prémio nacional anual para um X deles com seridade e mérito… Não por pertencer ao grupinho.
Pague-se ao bom, deixe-se de remendar. Deixe-se de atirar dinheiro à rua com estudantes rambóias sem rumo, com “artistas” sem pingo de vocação, com subsídios a polidores de esquinas, com gente que não quer fazer nada nem tem jeito para coisa nenhuma.

Faça-se isso. Entretanto, instrua-se o jovem português a ginasticar o cérebro e a iniciativa com um ensino tendencialmente técnico. Em meia dúzia de anos ele será um profissional capaz de ter ideias inovadoras... até de fazer uma empresa de uma oficina no quintal.

Mas depois não o afoguem em burocracia, deixem-no trabalhar.

Matéria prima não falta, parece saber-se... contudo, como dizia o marine americano do tempo da Guerra do Pacífico:  “Importante, acima de tudo, é que o chefe seja competente”.

(4)81anos1 (16).jpg

Aniceto Carvalho