Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Réstias do Tempo - Blogmaster

Esconder quem somos sugere sempre contas por ajustar com o passado.

Réstias do Tempo - Blogmaster

Esconder quem somos sugere sempre contas por ajustar com o passado.

Incêndios e incendiários

INCÊNDIOS E INCENDIÁRIOS

Sou da província, vivi no meio do pinhal, até aos 12 anos.

Poucas pessoas terão percorrido Portugal como eu, de Norte a Sul, de Leste a Oeste, desde 1954, de avião, a acompanhar a Volta a Portugal, do Algarve ao Minho, de 1957 a finais de 1960, em helicóptero, de Sagres a Lamego, em festivais aéreos, comemorações, transporte de gente ilustre, etc., etc.

Acredito fielmente na minha memória. Tenho razões para isso. Não tenho dúvida nenhuma em garantir que não guardo a mais longínqua imagem de qualquer incêndio florestal no país que me tenha ficado na retina.

Recordo-me de ter visto da minha terra um fogo na Serra da Lousã… muitos anos mais tarde um outro muito sério na Serra de Sintra. Fora disso, inclusive as comuns queimadas em África nunca vi nenhum incêndio, nada parecido ou similar que fizesse lembrar o que hoje se passa no país.

Também não me lembro do meu país a derreter milhões do contribuinte em apetrechamento de corporações de bombeiros, em aviões, em helicópteros, em comunicações, em directores, etc. para os combater.

Aniceto Carvalho