Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

ERA ASSIM... PARA NÃO ESQUECER

(4)81anos1 (45).jpg

CONVÉM NÃO ESQUECER

Como qualquer português que o tenha vivido pessoalmente muito bem sabe, o Portugal dos meados do Século XX nunca teve rigorosamente nada a ver com aquele que uma data de gente sem qualquer préstimo apregoa há 44 anos.
O Portugal do Estado Novo teve o maior crescimento de toda a sua história no terceiro quartel do Século XX, e o reconhecimento e prestígio do país na Europa e no Mundo ainda hoje estão muito longe de atingirem os níveis dessa época.

Uma amostra:  Em 1958, quando a peseta valia 40 centavos, menos de metade do escudo, e os sargentos espanhóis andavam de calças rasgadas no cu, os militares da Força Aérea Portuguesa eram os mais bem fardados do mundo... Hoje a Espanha está em 26º. do ranking do IDH, (Índice de Desenvolvimento Humano), Portugal está em 41º…

Esta é a verdade… o resto nem para substituir o papel higiénico.
Aniceto Carvalho