Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

OS PROFISSIONAIS

(4)onça3 (3).jpg

 

 OS PROFISSIONAIS

 

O Rui Cunha acabava de encostar as rodas do 4 L ao passeio do Café Nicola, o miúdo no princípio da puberdade, sentado na última cadeira da esplanada junto da entrada da porta do Prédio Reais Pinto, saltou ao seu encontro.
- Por onde anda o teu pai – perguntou o recém chegado.

O condutor do carro agradeceu, despediu-se,  logo de seguida foi a vida.

- Você tem de me dizer em que colégio da Suíça anda a educar o seu rapaz – deixou o Rui Cunha pela janela na despedida, tempos depois noutro local… - Tenho de me preparar.
- Nasce com as pessoas – respondeu o pai do jovem.
Aniceto Carvalho

O rapaz tinha acabado o 12º. Ano com 17 anos. Espertito, pelos vistos, achava que tinha todos os problemas do futuro resolvidos, decidira não estudsr mais.
Os pais, meus velhos amigos, vieram pedir-me para o empregar.
Encontrei-o na recepção esparramado no sofá, uma perna e um braço para cada lado, não mexeu um músculo para receber o futuro patrão.
Passei-lhe um corretivo de alto a baixo, medi-lhe a reação, embora diferente do que eu esperava portou-se à altura. O meu velho amigo Miranda merecia que eu fizesse um esforço. Aguentou-se uns bons meses, não estranhei quando ele ele me disse ter arranjado melhor. Apenas um SENÃO - guardei para mim mesmo: Se eu não o consegui, tenho muitas dúvidas que alguém consiga fazer alguma coisa de ti.
Já lá vão trinta anos… infelizmente não me enganei nem um milímetro.
Aniceto Carvalho

Nunca fizeram uma prova de aferição, não sabem somar duas frações de denominadores diferentes, não sabem onde desagua o Mira, não sabem fazer uma divisão de dois divisores, nunca leram uma página de um livro… mas sabem onde é o próximo ruidosamente promovido evento de sexo e vício Festival de Verão da Porcalhota, a próxima manifestação contra o Krakatoa ou Aquecimento Glogal sem fazer a menor ideia do que é uma Placa Teutónica, que, depois de uns pulos na avenida lá lhes pode valer um lugar de auxiliar num hospital, numa autarquia, num qualquer departamente escondido onde ninguém sabe que eles existam.
Mas estão lá. Reconhecem-se bem. Sempre de má vontade. Ninguém manda… Mas se manda, é alguém que também entrou pela porta do fundo.
O SISTEMA CERCA… NÓS SUPORTAMOS.
Aniceto Carvalho

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.