Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

Réstias do Tempo - BEYOND

Por mais que repetida, dure o tempo que durar, meio século ou milénios, a mentira é sempre repugnante, vesga, coxa e de perna curta.

TEMPOS ANTIGOS... E MODERNOS

TEMPOS ANTIGOS… E MODERNOS
Uma das coisas que me deixa patareco é quando um jovem atilado na casa dos vinte anos do final da segunda década do Século XXI, me diz, hoje, com  toda a convecção,  que não acha graça nenhuma à juventude da geração dele.
Compreende-se. Basta comparar a apresentação dos artistas concorrentes ao Festival da Eurovisão de apenas há trinta anos com os de hoje.

Corre por aí de vez em quando: As juventudes através dos tempos. E então tende-se a desculpabilizar os excessos das juventudes actuais com o pensamento de alguns autores antigos sobre o tema: Que as juventudes sempre foram contestatárias e inquietas.
Todos se esquecem de acrescentar: Que, como o exemplo do assassinato do Júlio César o demonstra para todo o sempre, essas juventudes irrequietas, contestatárias, etc. e tal, nunva valeram nada através dos tempos.

(4)Reizinho (6).jpg

Aniceto Carvalho