Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Réstias do Tempo BEYOND

Esconder quem somos sugere sempre contas por ajustar com o passado.

Réstias do Tempo BEYOND

Esconder quem somos sugere sempre contas por ajustar com o passado.

Voltando ao passado

VOLTANDO AO PASSADO

Estou a ver a TVI na minha terra, Vila Nova de Poiares, a vender cautelas e a rifar carros… precisamente no centro da vila, onde há cerca de 75 anos um propagandista de feira com um macaquinho em cima de um escadote vendia banha da cobra... tal e qual como o “seta eléctrica”, um camarada aluno do meu curso, vendia panelinhas na Feira Popular.

TUDO COMO ANTIGAMENTE, COMO SE VÊ

DEVO TER OUVIDO MAL…

Porém, soou-me tão bem que nem fui confirmar para não perder o encanto que a palestra me causou: Julguei ter-me ficado no ouvido a intervenção recente do provedor do telespectador da RTP, como se sabe, uma criatura que nem dorme a pensar no cidadão, a protestar que as chamadas de valor acrescentado são culpa da SIC e da TVI com as quais a RTP tinha um acordo, a repudiar e a justificar o aumento das mesmas para um euro, e que, para acabar com isso devia ser aumentada a taxa do audiovisual.

Que era para depois voltar tudo ao mesmo – digo eu.

GOSTEI… ACREDITEM QUE ADOREI.

Quando nós temos dezenas de canais de televisão à escolha sem o flagelo da publicidade, as televisões generalistas e os jornais, etc., tudo a dar o berro, carregamos numa tecla e temos o mundo à frente dos olhos, isto é tudo o que temos de competência em gestores da coisa pública.

Aniceto Carvalho